Menu:

Síntese Informativa

            Adolfo Hitler nasceu na Austria em 20 de Abril de 1889.
           Foi o líder político do Partido Nacional-Socialistas dos trabalhadores Alemães (National Socialistische Deutsche Arbeiterpartei, NSDAP), também conhecido por Nazi, por oposição aos Sociais-Democratas, chanceler e, posteriormente, ditador alemão.
            Hitler adquiriu a crença na superioridade da “Raça Ariana” que formava a base da sua política e da inimizade natural dos Judeus em relação aos “ Arianos” responsabilizando-os pelos problemas económicos alemães.
             Hitler aderiu ao partido e rapidamente se tornou chefe do partido.
            Em 1919 (Setembro) Hitler escreveu o seu 1º texto anti-semita “relatório sobre o Anti-Semitismo” onde ele fez a apologia de um “Anti-semitismo racional” lutaria de forma legal para remover os privilégios gozados pelos judeus em relação a outros estrangeiros vivendo entre nós. O seu objectivo final, no entanto deverá ser a remoção irrevogável dos próprios “judeus”.
            A sua oratória ataca judeus, socialistas e liberais, capitalistas e comunistas, o que começou a atrair simpatizantes.
            É em Mein Kampf  que se pode deslindar a verdadeira natureza do carácter de Hitler. Ele divide os humanos com base em atributos físicos e psicológicos. Os “Arianos”estavam no topo da hierarquia e no fundo estão os judeus, polacos, russos checos e ciganos. Hitler afirma que os judeus estão a conspirar para evitar que a raça ariana se imponha ao mundo como é seu direito, ao diluir a sua pureza racial e cultural e ao convencer os arianos a acreditar na igualdade em vez da superioridade e inferioridade. Defende a luta pela denominação do mundo como uma batalha racial, cultural e política entre arianos e judeus.
            Após ter assegurado o poder político, sem ter ganho o apoio da maioria dos alemães, Hitler, através da sua oratória e com todos os meios de comunicação alemães conseguiu convencer a maioria dos Alemães de que ele era o Salvador da Depressão, dos Comunistas, Tratado de Versalhes e dos Judeus.
            Para os que não estavam de acordo com novo regime, as SA, SS e Gestapo (Polícia Secreta do Estado) faziam-nos desaparecer em campos de concentração de Dachau (1933 – o 1º e modelo de muitos mais).
             A partir de 1941 os judeus foram obrigados a usar a estrela amarela em público para serem identificados e considerados “inferiores”.
             Irena Sendler: Mãe dos meninos do Holocausto
            O Holocausto é o retrato vivo da violação dos Direitos Humanos.
           “ Se uma raça mestra necessitar de espaço para viver, tem o direito de tomar o território e matar ou escravizar as raças escravas indígenas”.